O que acontece na comunidade judaica de Santa Catarina passa por aqui. Ações, projetos, celebrações, cultura, espiritualidade e muito mais!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Newsletter Conib - 3-08-11

Conib destaca
Quarta-feira, 3 de Agosto de 2011
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

1. Brasil articula texto da ONU contra Síria
Primeiro texto da ONU para condenar repressão síria tem apoio do Brasil
Bashar Al-Assad ignora Conselho da ONU e intensifica a repressão em Hama

2. Hesitação do país é criticada por entidades de direitos humanos
ONG acusa governo brasileiro de impor ''lista de exigências''
Dissidentes sírios pedem a Obama que exija renúncia de Assad

3. “Para derrubar Assad, é preciso o apoio dos alauitas”


4. Embaixador israelense nega mudança de posição para negociações


PM would accept pre-’67 lines as baseline for talks
Palestinian Authority dismiss Israeli 'peace proposal'

5. Obama é realmente um grande amigo de Israel, diz Peres

 
6. Em julgamento, ex-ditador do Egito nega participação em morte de manifestantes


Seis meses após ser deposto sob protestos de milhares de manifestantes nas ruas do Egito, o ex-ditador Hosni Mubarak começou a ser julgado hoje junto com seus filhos Alaa e Gamal e sete membros de seu governo, acusados de envolvimento na morte de manifestantes e de corrupção. "Nego completamente as acusações", declarou Mubarak, deitado em uma maca dentro da "gaiola" reservada aos réus no lotado Tribunal Penal do Cairo. Em seguida, seus filhos tomaram a palavra para rejeitar as acusações. Eles seguram cópias do livro sagrado do islamismo, o Corão. Mubarak, seus filhos, o empresário Hussein Salem, o ex-ministro do Interior Habib al Adli e seis de seus assessores enfrentam um julgamento inédito no Egito por crimes de corrupção e por ordenar que as forças de segurança matassem manifestantes oposicionistas que participaram da revolta de 18 dias que depôs o seu regime, em fevereiro (Folha.com). Leia mais em:
Mubarak appears in Cairo court on stretcher at trial for alleged crimes against protesters
Conheça a trajetória de Hosni Mubarak
Juiz adia julgamento de Mubarak até 15 de agosto

7. Supremo israelense ordena desmanche de colônia judaica na Cisjordânia


A Corte Suprema israelense determinou o desmanche da colônia de Migron, na Cisjordânia. O assentamento judaico é o maior localizado em território palestino. A Corte exigiu do Exército que a colônia, localizada próxima a Ramallah e composta por aproximadamente 70 casas, seja dissolvida até março do ano que vem. Segundo Yariv Oppenheimer, diretor da ONG israelense "Peace Now", ela abriga 250 colonos (EFE).

8. Knesset aprova projeto para moradias, mas não agrada manifestantes


Na tentativa de conter a onda de protestos contra o alto custo de vida, o Knesset aprovou projeto de lei determinando a redução das exigências burocráticas para a construção de novas moradias. O projeto foi aprovado por 57 votos contra 45, mas não agradou aos manifestantes, que o consideraram insuficiente para solucionar o problema das moradias (Haaretz). Leia mais em:
'Solution must keep market free while fixing social issues'

9. Rússia preocupada com tentativas de reabilitar nazismo na Estônia


O governo russo está preocupado com as tentativas de reabilitar o nazismo na Estônia. Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia pede à União Europeia e à Nato que avaliem o encontro de veteranos da Divisão da SS 20, realizado no último dia 30 na cidade Sinimäe no nordeste da Estônia. “Apesar dos protestos da comunidade internacional e da sociedade estoniana, as autoridades tinham permitido os encontros que, de acordo com a sentença do Tribunal de Nuremberg, já foram no passado responsáveis por muitas mortes em territórios ocupados pelos nazistas”, diz o comunicado do MRE da Rússia (Voz da Rússia). Leia mais em:
Reunião nazista: a UE continua em silêncio
“O neonazismo, um perigo real”

10. Sobrevivente do Holocausto celebra os 85 anos saltando de para-quedas


Gary Lenzner, um sobrevivente do Holocausto que vive em Mission Viejo, na Califórnia, comemorou seu aniversário de 85 anos de uma maneira inusitada. Ele saltou de para-quedas com a ajuda de um instrutor em san Diego. O salto foi registrado pela empresa que oferece o programa radical. Lenzner foi acompanhado no desafio por um neto de 26 anos, que também teve a ajuda de um instrutor (AP).

11. Filme de Bollywood se inspira na história de Hitler e causa polêmica na Índia


Imagine um Hitler indiano e soldados oficiais do Reich morenos. Essa é a versão do império do ditador alemão sob as lentes de um filme saído direto de Bollywood. O polêmico 'Dear Friend Hitler' ('Querido amigo Hitler') foi lançado na Índia e tem sido alvo constante de críticas por sua visão ingênua do 'führer' alemão. O longa, dirigido por Rajesh Ranjan Kumar, foi inspirado nas cartas que Mahatma Gandhi escreveu ao alemão para tentar convencê-lo de abandonar a guerra. Ao misturar as duas histórias, soldados alemães se tornam morenos e os destroços da guerra são intercalados com a colorida festa indiana. Nalin Singh, roteirista do filme, disse que a obra quer levar a paz da Índia para o mundo e mostrar os fundamentos de um país secular ligado à paz. Já o diretor disse que Hitler inspirou indiretamente a independência indiana (Por Jackie Salomão, MTV).

12. Batismo no Rio Jordão


Cristãos de todo o mundo podem, a partir de agora, visitar a qualquer dia do ano o local às margens do Rio Jordão no qual, segundo a tradição religiosa, Jesus Cristo foi batizado por João Batista. Israel reabriu o local, fechado há 44 anos, desde a Guerra dos Seis Dias. O lugar, Qasr al-Yahud, foi abandonado pelo jordanianos durante o conflito. E só pôde ser reaberto agora depois que os exércitos da Jordânia e de Israel removeram todas as minas terrestres colocadas às margens do rio bíblico. A retirada começou em 1994, depois que os dois países assinaram um histórico acordo de paz, mas só terminou há poucos meses. Israel investiu US$ 2,3 milhões (R$ 3,5 milhões) na renovação do local. Até agora, Qasr al-Yahud era aberto só algumas vezes por ano por causa do risco da localização. Fica no Vale do Rio Jordão, disputado por israelenses e palestinos. Israel espera que a abertura do local sagrado atraia mais turistas e peregrinos cristãos. O número de turistas cristãos em Israel vem aumentando muito. Dos 3,5 milhões de turistas que visitaram o país, no ano passado, 69% eram cristãos, sendo que 38% definiram a visita como uma peregrinação religiosa (Por Daniela Kresch, O Globo).

Indicações de vídeos e textos:
(visite nosso novo site: WWW.conib.org.br  )

Moreira Franco e Moshe Ya’alon discutem parceria entre Brasil e Israel na área de tecnologia

Yalla Peace: Muslims or Arabs?

Netanyahu should go to Ramallah to bring peace

Encountering Peace: I should be a millionaire!

What Million Missing Israelis?

Gaza’s economic mirage

The New Hama Rules
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Gostamos muito de sua visita. Obrigado pela sua mensagem!