O que acontece na comunidade judaica de Santa Catarina passa por aqui. Ações, projetos, celebrações, cultura, espiritualidade e muito mais!

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Semana Significativa


Cada minuto, cada hora, cada dia tem seu significado, com certeza. Mas há semanas em que parece ocorrer um acúmulo fatos. E esta semana foi uma delas. Fatos trágicos, fatos belos. Fatos para ficar, cada um a sua maneira, na memória de todos nós.  Houve a celebração do Shabat, oficiada pelo RAbino Mendi, a palestra do Dr. Armênio sobre vegetarianismo, a distribuição de muda para celebrar Tu Bishvat. Recebemos uma incrível doação de um cálice maravilhoso, com mais de 200 anos, feita por Eunice Herschkowitz. Nasceu Benjamin, filho de Wellington e Camila, introduzido ao judaísmo pelo Mohel Marcelo Wainberg Rodrigues, que veio de Porto Alegre especialmente para isto. Mas também tivemos o incêndio em Sta. Maria, ocorrido no mesmo dia dedicado à Memória das vítimas do Holocausto. Leonor Scliar-Cabral, presidente da AIC, representou Santa Catarina na homenagem ocorrida em Brasília, com a presença da Presidente Dilma. A cerimônia homenageou dois brasileiros corajosos, que salvaram milhares de judeus: o Embaixador Souza Dantas e Aracy Guimarães Rosa.  E hoje, dia 01 de fevereiro de 2013, celebra-se também um episódio marcante: a ida de uma mini Torá, que sobreviveu ao Gueto de Varsóvia, ao espaço – e tragicamente desapareceu nas chamas da foguete Columbia. Todos estes fatos carregam memorias e mensagens, unindo trevas e luz, alegrias e tristezas, corpo e espírito – afinal, a mensagem da Parasha desta semana, que enfatiza os cuidados que devemos ter com o corpo e com a alma, alimentando com a espiritualidade e com o cumprimento das mitzvot. Tudo isso e muito mais no post de hoje. Cuide-se, de corpo e alma!
Shabat Shalom

Shabat e Tu Bishvat
Na 6a. feira, dia 25/01, reuniram na AIC mais de 40 pessoas para celebrar o retorno da Torá, doada por Pedro Sirotsky, à sede da Instituição. O Shabat foi oficiado pelo Rabino Mendi. Foi um momento cheio de significado e emoção, com muita energia positiva iluminando a nova casa. Depois, uma ceia kasher, que veio diretamente de Curitiba e, no dia seguinte, a leitura da Torá e palestra do Dr. Armênio que comentou muitos aspectos interessantes sobre o vegetarianismo e a comida kasher.  Foi um sábado dedicado a celebrar Tu Bishvat, o Ano Novo das Árvores. Se você não pode vir, agende-se:  vamos ter muitas outras celebrações como esta. Confira nas fotos.





Memória às Vítimas do Holocausto
O dia 27 de janeiro de 2013 foi instituído como Dia Internacional em Memória às vítimas do Holocausto. Foi nesta data que os campos de Auschwitz-Birkenau forma libertados. As vitimas não foram somente os judeus – foram exterminados ciganos, homossexuais, comunistas e todos aqueles que constiuiam grupos não aceitos pelo nazismo. A cerimônia deste ano, em Brasília, realizadono dia 30 de janeiro, incluiu sobreviventes do holocausto, representnes das comunidades negra, gay e Bahai, dentre outros. A presidenta Dilma fez um discurso emocionante. O discurso do Presidente da CONIB, Cláudio Lottenberg, vale a pena ser lido. A president da AIC, Leonor Scliar-Cabral, estava lá, representando nossa comunidade e ressaltou a importância do evento, em entrevista ao vivo dada à TV Brasil.





Nasceu dia 23 de janeiro um meninão: Benjamin, com 4k, filho de Wellington e Camila Freitas. No dia 31, Marcelo Wainberg Rodrigues, médico e mohel, veio de Porto Alegre para fazer a circuncisão e introduzir Benjamin ao judaísmo. Estava tudo muito lindo. Mazel Tov!





Mini Torá
1o. de fevereiro de 2003. Illan Ramon, o primeiro astronauta israelense, havia embarcado no vôo da espaçonave Columbia. Levava consigo uma pequena Torá, que sobrevivera ao Holocausto e, também, um desenho da Terra vista da Lua, feito por Peter, um talentoso garoto que morreu em Auschwitz. A viagem de Illan foi repleta de simbolismos. Seus pais sobreviveram a Auschwitz e fizeram alyah. Milagrosamente, 37 páginas de seu diário de bordo se salvaram do desastre. Duas páginas estão expostas no Museu de Jerusalem – uma delas é uma copia do Kidush. A saga de Illan é narrada em um documentário, e você pode conferir aqui um trecho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Gostamos muito de sua visita. Obrigado pela sua mensagem!