O que acontece na comunidade judaica de Santa Catarina passa por aqui. Ações, projetos, celebrações, cultura, espiritualidade e muito mais!

domingo, 30 de setembro de 2018

Last Call!


No momento de embarcar  rumo a um novo objetivo, um novo destino, você recebe vários avisos. Até que finalmente escuta, ressoando pelo espaço, aquela voz que anuncia: Last call! Última chamada!
E você corre, para não perder a oportunidade...
Sucot, a Festa das Cabanas, ou a Festa da Alegria, é esta última chamada. O último dia é chamado de Hoshana Rabá – é aqui, neste momento, que de fato os Livros são selados. E para marcar isto, você tem mais uma ooportunidade de realizar a tradição de Tashlich – jogar farelos em um rio, água corrente, simbolizando a renovação.
Ela faz parte do Ciclo das Grandes Celebrações, marcadas por Rosh Hashana, Iom Kipur e, finalmente, Sucot, antecedendo Simchat Torá.
Sucot traz vários aspectos únicos e interessantes, pois possui uma conotação física e outra metafísica.
As mitzvot que precisam ser cumpridas são bem conhecidas:
a)    construir uma cabana  frágil (a fragilidade é representada pelo telhado, ou cobertura, que deve ser folhas ou galhos, pois as paredes podem ser de qualquer material) e nela viver durante 7 dias com apenas o que é necessário para aquele dia,
b)   realizar a benção das 4 espécies (representando a unidade do povo judeu em seus diferentes aspectos e também o corpo humano),
c)    Ficar alegre.
Este último mandamento é bem intrigante. É possível ordenar alguém a ficar alegre? Não comer fermento, realizar tsedaká, não matar ou roubar , colocar mezuzá ou tefilin – tudo isso são ações, que podem ser realizadas ou não. Mas ficar alegre? E se você está triste? E o que significa alegria, para você?
É neste momento que entramos no segundo nível de Sucot, para além da lembrança material de que habitamos em tendas no deserto, ou que precisamos nos desprender dos bens materiais para nos elevar-nos espiritualmente. Sucot e um “passo a passo” para a alegria.
É neste momento que entendemos a sucá como um símbolo das nuvens gloriosas e os movimentos realizados com as quatro espécies como uma referência às águas de cima e de baixo, que aparecem em Gênesis – leitura que logo mais estaremos fazendo.
No dia de hoje, sua última oportunidade – Last call! – antes do reinício do ano, realiza sua teshuva, sua reconciliação com seu propósito de vida: um bom motivo para celebrar Sucot e alegrar-se!
Chag Sucot Sameach!

SERVIÇO
O que: SUCOT
Onde: AIC
Quando: Dia 30 de setembro
Horário:
Crianças - Das 14:00 às 16:00 para crianças e jovens
Adultos - Das 16:00 em diante adultos são bem-vindos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Gostamos muito de sua visita. Obrigado pela sua mensagem!