O que acontece na comunidade judaica de Santa Catarina passa por aqui. Ações, projetos, celebrações, cultura, espiritualidade e muito mais!

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

O que será que será


O que será que aconteceu? O que acontecerá? Confira  aqui como foram os últimos eventos e a programação para este mês e o próximo. Teve palestra, teve filme. Vamos ter shabat musical, estudo da parasha, curso de Introdução ao judaísmo, eleições. Divulgue, compartilhe e seja um seguidor da AIC.
Shavua Tov!

O que será...
23 de novembro, 19:30 - SHABAT MUSICAL com o famoso chazan Luis Prist.  Um encontro para confraternizar, congregar e elevar nossa espiritualidade. É um Shabat especial, onde se reflete sobre o reencontro de dois irmãos – Esaú e Jacó – que estavam separados e distantes pelo ódio. Como superaram suas diferenças? Como se reencontraram e fizeram as pazes? Que estratégias foram usadas para reiniciar o diálogo? Venha descobrir as respostas! Traga sua especialidade culinária e venha celebrar com a AIC este Shabat emocionante.

23 de novembro, 19:30 – Eleições na AIC, um pouquinho antes da cerimônia de Shabat.

24 de novembro, 10:00 – Curso Introdução ao Judaísmo Módulos 1 e 2.  Torá: as mitzvot. Principais Brachot.

24 de novembro, 13:00 – Estudando a parasha.  A Saga de José.


9 de dezembro -  horário a definir. Chanuka.

O que foi...
DIREITOS HUMANOS E JUDAÍSMO – Em celebração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a professora Ethel Scliar Cabral participou de evento ecumênico com a presença do Sheikh Amim Alkaran (islamismo), Sacerdotisa Kátia Regina Luz (umbanda), Pastor Renatus Porath (Luterana), Padre Vilson Groh (Igreja Católica Apostólica Romana) e Frei Evandro A. de Souza, Pároco da Paróquia Santíssima Trindade, onde realizou-se o evento. Com auditório lotado, o encontro também marcou o Dia Internacional d Tolerância (16 de novembro). A professora Ethel Scliar apresentou as relações históricas que ligam de maneira  indiscutível o judaísmo à Declaração,  a qual foi proclamada pela ONU em 10 de dezembro de 1948. Também destacou aspectos éticos
presentes no documento e a incorporação de conceitos transnacionais e globais, bem como a abrangência de diferentes gerações de direitos (especialmente as três primeiras gerações) que são abordados pela Torá e pela Halacha. Ao final do encontro, os participantes da mesa firmaram compromisso de elaborar documento a ser levado às autoridades públicas com recomendações de práticas para a defesa dos direitos humanos especialmente junto às minorias, populações em risco e na formação das novas gerações.


ESTRELA DE DAVID NO CRUZEIRO DO SULNo dia 13 de novembro, na AIC, concorrido evento que contou com palestra de Israel Blajberg , lançamento de seu livro e exibição do documentário produzido por Daniel Mata Roque. Na palestra, Israel Blajberg  abordou a  história dos judeus brasileiros que serviram às Forças Armadas, desde a chegada dos primeiros marinheiros cristão-novos com a frota do Almirante Pedro Alvares Cabral em 1500, até os nossos dias, com as Forças de Paz do Brasil no Haiti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Gostamos muito de sua visita. Obrigado pela sua mensagem!